Polícia | 12/04/2018
Preso integrante de quadrilha que planejava roubar bancos no Pará
A polícia encontrou três pistolas, sendo duas 380 e uma ponto 40, munições de uso restrito, além de explosivos e 400 gramas de cocaína, tipo Oxi
Jackson dos Santos Oliveira, conhecido como “Neguinho”, 23 anos, foi preso em flagrante no último sábado (07), no município de São Domingos do Araguaia, no sudeste paraense. Com ele a polícia encontrou três pistolas, sendo duas 380 e uma ponto 40, munições de uso restrito, além de explosivos e 400 gramas de cocaína, tipo Oxi.

De acordo com informações da Polícia Civil, “Neguinho” era integrante de uma associação criminosa voltada para a prática de roubos a instituições financeiras e roubos de caminhonetas na região. Um de seus comparsas era Marcos Alberto Santana de Oliveira, conhecido também como “Rafael ou Cabeça”, assaltante de banco condenado há mais de 23 anos de prisão. Ele é foragido do Sistema Penal do Tocantins e que teria participado do roubo a Prossegur em 2016, na cidade de Marabá, no sudeste paraense.

Marcos e Jackson já estavam juntos na região há aproximadamente dois meses, com o objetivo de realizarem levantamentos de agências bancárias para serem alvos futuros da associação criminosa que integram. Porém, para se financiarem, praticavam roubos de carros, além de outros crimes na região.
A Polícia Civil informou ainda que, por motivo ainda desconhecido, Jackson matou Marcos e ocultou seu cadáver. Após ser preso, Jackson “Neguino” indicou o local de mata nas proximidades do loteamento Delta Park, na cidade de Marabá, onde teria matado, ateado fogo e ocultado o cadáver de seu comparsa.

Ele também informou aos policiais o paradeiro de Israel Araújo de Oliveira, que foi preso em flagrante, pelo crime de posse ilegal de armas de fogo e munições de uso restrito. Em sua residência foram apreendidas duas espingardas, sendo uma de calibre ponto12, e outra de calibre ponto 44, além de diversas munições dos mesmos calibre.
A Polícia Civil continuará investigando a associação criminosa e os crimes cometidos pelos presos.
Deixe Aqui Seu Comentario

Nome :

Email :

Captcha

Comentario :

Aviso Importante: Os comentários publicados não refletem a opinião deste site. Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade dos seus autores. Não serão publicados comentários totalmente em letras maiúsculas (caixa alta). O site reserva-se o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional também serão excluídos.

sites / blogs