Acontecimento | 22/03/2018
Criação de novos municípios ganha comissão de estudos na Alepa
O presidente da Assembleia Legislativa do Pará, deputado Márcio Miranda, assinou o Ato de Instalação da Comissão
O presidente da Assembleia Legislativa do Pará (Alepa), deputado Márcio Miranda, assinou o Ato de Instalação da Comissão Especial de Estudos sobre a Viabilidade Econômica para a Criação de Novos Municípios no Pará.
A comissão é resultado de debates sobre o assunto na Alepa. “Desde o ano passado, participamos de diversas reuniões para verificar como o Poder Legislativo pode contribuir para esse processo, muitos municípios propostos precisam de estudos de viabilidade econômica e não tem recursos para fazer isso”, lembrou o deputado Márcio Miranda.

De acordo com o ato, a comissão terá um prazo de 120 dias, podendo ser prorrogado por igual período, para concluir o trabalho.
Os membros titulares da comissão são os deputados Hilton Aguiar, autor do requerimento de criação, Aírton Faleiro (PT), Miro Sanova (PDT), Iran Lima (PMDB) e Gesmar Costa (PSD). Como suplentes, foram indicados os deputados Carlos Bordalo (PT), João Chamon (PMDB) e Eduardo Costa (PSD).

O próprio deputado Hilton Aguiar foi eleito presidente da comissão e o deputado Iran Lima como relator. “Vamos começar a trabalhar imediatamente. Uma das propostas é verificar de onde sairão os recursos para a realização de estudos de viabilidade socioeconômica dos novos municípios. Esse recurso deve vir do Governo do Estado em parceria com a Alepa e de emendas parlamentares com esse fim”, explicou o deputado Hilton Aguiar.
Dinho Santos
Deixe Aqui Seu Comentario

Nome :

Email :

Captcha

Comentario :

Aviso Importante: Os comentários publicados não refletem a opinião deste site. Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade dos seus autores. Não serão publicados comentários totalmente em letras maiúsculas (caixa alta). O site reserva-se o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional também serão excluídos.

sites / blogs