Acontecimento | 15/06/2017
Floresta do Araguaia perde um de seus pioneiros
Valerinho tinha 87 anos
Faleceu na madrugada da última terça-feira (13), no Hospital Santa Mônica, na cidade de Redenção, Valério Alves Coelho, 87 anos de idade. “Valerinho”, como era conhecido popularmente na cidade, faleceu vítima de embolia pulmonar.
Natural da cidade de Porto Franco, no Estado do Maranhão, “Valerinho”, chegou ao município de Floresta do Araguaia, no ano de 1973.
No município que escolheu para criar sua família, Valério Alves atuou como professor, presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais e dirigente da Igreja Católica, por muitos anos.
Como liderança sindicalista, “Valerinho” deixou um legado de um líder equilibrado, apaziguador, coerente e tinha o diálogo como o instrumento de negociação, em uma época onde os conflitos agrários eram intensos e ceifavam vida de líderes sindicais na região do sul do Pará.
Pai exemplar, o pioneiro criou 10 filhos, todos bem educados, onde muitos deles ocupam funções nos municípios onde residem. Com a morte de “Valerinho”, morre também um pouco da história do município que o pioneiro com sua participação atuante ajudou a construir e desenvolver. Várias lideranças políticas do município prestaram as últimas homenagens ao pioneiro. O prefeito Adélio dos Santos, que se fez presente ao velório, decretou luto oficial em respeito ao falecimento do pioneiro.
(Dinho Santos / Edson Fernandes)
Deixe Aqui Seu Comentario

Nome :

Email :

Captcha

Comentario :

Aviso Importante: Os comentários publicados não refletem a opinião deste site. Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade dos seus autores. Não serão publicados comentários totalmente em letras maiúsculas (caixa alta). O site reserva-se o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional também serão excluídos.

sites / blogs