Política | 25/05/2017
REDENÇÃO: Iavé defendeu a secretária afastada pela justiça e classificou ação do Ministério público como ‘invasão’
O prefeito disse que Maria Christina é insubstituível
Iavé se manifestou através das redes sociais e no seu canal local de televisão. Ele disse que vai recorrer para reintegrar Maria Christina ao cargo e classificou a ação do Ministério Público como ‘invasão’, o que acabou gerando uma nota de repúdio emitida pela Associação do Ministério Público do Estado. Iavé disse que precisa da secretária trabalhando, caso contrário Redenção poderá perder recursos no valor de R$ 8 milhões. “É ela quem faz os projetos, e de graça. Ela não cobra nada do município, isso ninguém ver”, disse ele.

Iavé declarou ainda que em Redenção não tem outra pessoas de sua confiança para assumir o cargo. “Sendo assim, nós estaremos paralisando todas as ações da Secretaria de Obras até que ela volte ao cargo. Vamos manter somente as atividades de coleta de lixo e iluminação pública”, afirmou o prefeito.

Iavé disse ainda que a ação do Ministério Público teve motivações políticas, apontando vereadores como responsáveis pela denúncia, que segundo ele é infundada. Iavé também alegou que o funcionamento da Secretaria de Obras será paralisado por que a operação levou documentos e computadores.

O prefeito disse que o seu governo é sério e desafiou que apareça alguém que já tenha dado um real para a secretária de Obras ou qualquer servidor da prefeitura. “Nossa secretária de Obras vinha fazendo um trabalho tão importante e belo, ela é pessoa da minha maior confiança. Eu não tenho outro para por no lugar dela, por isso vamos recorrer em Belém para retorná-la ao cargo”, finalizou o prefeito.
Deixe Aqui Seu Comentario

Nome :

Email :

Captcha

Comentario :

Aviso Importante: Os comentários publicados não refletem a opinião deste site. Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade dos seus autores. Não serão publicados comentários totalmente em letras maiúsculas (caixa alta). O site reserva-se o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional também serão excluídos.

sites / blogs