Acontecimento | 20/04/2017
Presidente da Alepa pede providências para o funcionamento da UNIFESSPA
Deputado Márcio Miranda solicitou que requerimento seja enviado ao Ministério do Planejamento
Os parlamentares aprovaram durante a Sessão Ordinária desta quarta-feira (19), o requerimento 122/2017, de autoria do deputado Márcio Miranda, que pede ao Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão a criação de 156 vagas de servidores para a Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (UNIFESSPA).
O presidente da Assembleia Legislativa do Pará (Alepa), deputado Márcio Miranda, solicitou que o requerimento seja enviado ao Ministério porque a falta de servidores públicos na instituição está inviabilizando a vocação da UNIFESSPA, que tem foco no ensino e pesquisa no setor agrário, a partir de cursos como Educação do Campo, Agronomia, Direito da Terra, Engenharia de Minas, Engenharia de Materiais e Geologia.
Para o funcionamento da UNIFESSPA seriam necessárias, no mínimo, 156 novas vagas, sendo 66 para docentes, 50 para técnico-administrativos de classe “E” e 40 de classe “D”. A UNIFESSPA está sediada na cidade de Marabá e possui campi em Santana do Araguaia, São Félix do Xingu, Rondon do Pará e Xinguara.
“Trata-se de uma medida de grande importância e urgência a ser tomada pelo Ministério do Planejamento, considerando que - sem tais servidores - há risco real de inviabilização dos cursos implantados que possuem ofertas para o próximo processo seletivo. Essa é uma ação suprapartidária, visando o bem maior, que se traduz na educação da população do Pará”, disse Márcio Miranda.
Pedidos dessa natureza já foram também encaminhados pelos senadores Paulo Rocha, Flexa Ribeiro e Jader Barbalho.
(Andreza Batalha)
Deixe Aqui Seu Comentario

Nome :

Email :

Captcha

Comentario :

Aviso Importante: Os comentários publicados não refletem a opinião deste site. Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade dos seus autores. Não serão publicados comentários totalmente em letras maiúsculas (caixa alta). O site reserva-se o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional também serão excluídos.

sites / blogs