Atualidade | 13/04/2017
Redenção: Detentos que cumprem pena no regime semiaberto participam de curso de artesanato
As peças confeccionadas pelos detentos foram expostas
A parceria do Ministério Público Estadual (MPE), Universidade do Estado do Pará (UEPA) de Redenção, Fundação Curro Velho e Superintendência do Sistema Penitenciário do Pará (SUSIPE), resultou em uma ação de ressocialização de 22 internos do Presídio Regional de Redenção. Durante oito dias a professora Tânia da Silva Luzia, da Fundação Cultural do Pará- Curro Velho ministrou aulas do curso de artesanato para os 22 internos que vivem em regime semiaberto na unidade prisional.
Baús, abajures, porta joias, guirlandas, bolsas e modelos, estão entre as peças confeccionadas pelos internos, durante o curso realizado na sala onde funciona as aulas do Programa de Educação de Jovens e Adultos (PEJA). As peças que são fabricadas com jornais, cola, álcool e anelina alemã, mostram a criatividade dos detentos que em pouco tempo de aula prática confeccionaram peças bonitas e bem trabalhadas.
A oficina surgiu da iniciativa da promotora Magda Lena, que solicitou junto à Fundação Cultural do Pará, a disponibilização da professora para ministrar o curso e a UEPA as bancadas para o trabalho dos alunos. “Foi a primeira vez que ministrei curso para detentos, confesso que fiquei admirada com o respeito e o estado de concentração de cada participante. Eles produziram peças bonitas que poderão ser vendidas e a renda revertida para as suas famílias. Parabenizo a iniciativa da promotora Magda Lena, da direção do CRR, da UEPA e da Fundação Curro Velho”, disse a professora.

(Dinho Santos)
Deixe Aqui Seu Comentario

Nome :

Email :

Captcha

Comentario :

Aviso Importante: Os comentários publicados não refletem a opinião deste site. Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade dos seus autores. Não serão publicados comentários totalmente em letras maiúsculas (caixa alta). O site reserva-se o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional também serão excluídos.

sites / blogs