Polícia | 30/03/2017
ONU pede empenho na investigação da execução de líder do MST
A Organização das Nações Unida (ONU) divulgou na última sexta-feira (24) um comunicado sobre o assassinato de dois defensores de diretos humanos no Brasil. A Organização pede que as autoridades brasileiras investiguem, processes e punam os assassinos e que também se coloca a disposição para ações neste sentido.
Ainda de acordo com a nota, a ONU reforça a importância da proteção dos defensores e defensoras de direitos humanos no Brasil. Um dos nomes citados no comunicado foi do militante do MST Waldomiro Costa Pereira, executado a tiros dentro do hospital de Parauapebas no último dia20.
De acordo com a Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social do Pará (Segup), as investigações desse caso seguem com apoio de cinco equipes da Polícia Civil na região e de um delegado da Divisão de Homicídios da PC e Belém. Ainda segundo a Segup, até agora ninguém foi preso.
G1
Deixe Aqui Seu Comentario

Nome :

Email :

Captcha

Comentario :

Aviso Importante: Os comentários publicados não refletem a opinião deste site. Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade dos seus autores. Não serão publicados comentários totalmente em letras maiúsculas (caixa alta). O site reserva-se o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional também serão excluídos.

sites / blogs