Saúde | 02/02/2017
Rio Maria decreta estado de emergência por causa do Aedes aegypti
O prefeito de Rio Maria, Paulo Barros Dias, o “Paulinho”, decretou na manhã da última segunda-feira (30), situação de emergência por causa da infestação do mosquito Aedes aegypti. A decisão, que tem validade de 90 dias, foi assinada e publicada no mesmo dia no site da FAMEP (Federação dos Municípios do Estado do Pará) e segue para publicação no Diário Oficial do Estado e o Correio Brasiliense.
Com o decreto, a prefeitura pode convocar o servidor ou empregado público municipal para atuar no combate ao mosquito transmissor da Dengue, do Zika Vírus e da febre Chikungunya. Órgãos, empresas e instituições também podem ser chamados para integrar as ações do município. Além disso, pode cancelar eventos com grande aglomeração de pessoas e dispensar o processo licitatório para a compra de insumos e equipamentos para o combate ao mosqui
to.
Conforme o decreto, a medida foi tomada “considerando a gravidade da situação atual, fundamentada nos resultados do monitoramento sistemático de ovos de Aedes aegypti por meio de armadilhas instaladas em vários pontos da cidade de Rio Maria”.
INFESTAÇÃO: Segundo o prefeito Paulinho, o município possui um índice de infestação de 10,7%, sendo que o normal é de 1% das casas analisadas, considerado gravíssimo pelo Ministério da Saúde.
Rio Maria é vizinho da cidade de Xinguara que foi destaque em TV de rede nacional por causa do grave problema com o mosquito Aedes. Foram duas vítimas confirmadas e tem mais três mortes suspeitas em fase de confirmação.
Segundo o secretário de Saúde de Rio Maria, Wanderley Milhomem, a preocupação maior é a Zika e a Chikungunia, sendo que a Dengue encontra-se controlada.
O último óbito em Rio Maria aconteceu em 2011, registrado por causa da Dengue. Em 2016 o município registrou 16 casos de Dengue e 206 de Zika. Já em 2017, a Secretaria de Saúde registrou até o mês de janeiro 11 casos de Chikungunia, 18 de Dengue e 4 de Zika.
MOBILIZAÇÃO: A preocupação com o Aedes Aegypti é tão grande por parte do prefeito Paulinho e do secretário de saúde Wanderley, que foi realizada uma grande campanha de mobilização na última terça-feira (31) no bairro Vila Nova.
Todo o governo municipal está envolvido, através das secretarias e parceiros como igrejas, escolas, Desbravadores e o 12º Centro Regional de Saúde (SESPA).
Segundo Wanderley Milhomem, todas as casas do bairro estão sendo visitadas à procura de focos do mosquito Aedes. Além disso, o carro Fumacê também fará o combate passando duas vezes pelas ruas e avenidas de Rio Maria.

(Idelson Gomes)
Deixe Aqui Seu Comentario

Nome :

Email :

Captcha

Comentario :

Aviso Importante: Os comentários publicados não refletem a opinião deste site. Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade dos seus autores. Não serão publicados comentários totalmente em letras maiúsculas (caixa alta). O site reserva-se o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional também serão excluídos.

sites / blogs