Polícia | 03/02/2012
TCE–PA julga irregulares as contas do ex-prefeito de Bannach Geraldo Fernandes
Gê Fernandes ex-prefeito de Bannach
O ano de 2012 parece não ter iniciado muito bem para o ex-prefeito de Bannach, Geraldo Fernandes de Oliveira (PSDB). Gê Fernandes, como é popularmente conhecido, teve mais duas contas julgadas irregulares pelo TCE-PA, cujo montante com correções monetária ultrapassa a casa dos R$ 326 mil.
A primeira conta julgada irregular diz respeito ao processo nº: 2004/517809, referente ao convênio nº: 136/2003, firmado entre a prefeitura de Bannach e a Secretaria Estadual de Saúde (SESPA), cujo valor é de R$ 31 mil. Este julgamento resultou junto ao TCE-PA, no Acórdão nº: 49.893. A segunda é processo nº: 2004/ 53834-3, firmado entre a prefeitura de Bannach e a Secretaria de Estado de Planejamento, Orçamento e finanças (SEPOF), cujo valor a ser devolvido é de R$ 4.200 mil. Este julgamento resultou, junto ao TCE-PA, no Acórdão nº: 49.897.
Gê Fernandes foi prefeito de Bannach por dois mandatos, entre os anos de 2001 a 2008, contudo, como muitos outros gestores, durante seu mandato, não conseguiu fazer a leitura correta da evolução da legislação pátria.
O descaso com a coisa pública tem um preço e é alto. A fatura pode demorar, mas sempre chega. Pelo visto, as faturas estão chegando em doses homeopáticas ao ex-prefeito Gê Fernandes.
Deixe Aqui Seu Comentario

PAULO JOSÉ DA SILVA BRITO

GE VC ESTA TORRADO VC NÃO E CANDIDATO. VC ESTA ENGANANOS, OS ELÉITORES, DE BANNACH E REGIÃO VC ESTA EGUAL O SEU QUICAS O POVOS, NÃO E MAIS BESTA MAIS NÃO.

Nome :

Email :

Captcha

Comentario :

Aviso Importante: Os comentários publicados não refletem a opinião deste site. Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade dos seus autores. Não serão publicados comentários totalmente em letras maiúsculas (caixa alta). O site reserva-se o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional também serão excluídos.

sites / blogs