Acontecimento | 13/09/2018
REDENÇÃO: Polícia desarticula quadrilha envolvida em fraudes na prefeitura
De acordo com a polícia, esquema fraudulento de contratos administrativos somam mais de R$ 15 milhões.
Operação contou com a participação de 80 agentes
A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Repressão a Defraudações Públicas, unidade vinculada a DRCO, com apoio do Ministério Público, deflagrou nesta quinta-feira (13) a operação Assírios com o objetivo de desarticular uma organização criminosa acusada de praticar crimes contra a administração pública municipal de Redenção. Nesta fase da operação, que contou com a participação de 80 agentes foram emitidos 23 mandados judiciais, sendo 18 de busca e apreensão e 5 de
O delegado Tarsio Martins está à frente da operação em Redenção
prisão preventiva. Quatro pessoas foram presas e uma está foragida.

De acordo com a polícia, os crimes eram praticadas por uma organização que envolve empresários e servidores públicos em um esquema fraudulento de contratos administrativos que somam mais de R$ 15 milhões.

Foram presos os empresários José Luiz Noletto Soares, Carlos Henrique Machado e os servidores públicos municipais Sivaldo Alves de Sousa e Valdeon Alves Chaves. Foram realizadas também buscas e apreensões de documentos nas sedes das empresas investigadas, na Secretaria de Administração, escritórios de contabilidade e residências de empresários e servidores municipais.

Os delegados Tarsio Martins, Carlos Vieira coordenaram a operação e o promotor Leonardo Caldas representou o Ministério Público.

CRIMES: Os suspeitos são acusados de peculato, organização criminosa e corrupção ativa e passiva. Os presos já foram encaminhados para o Presídio Regional de Redenção.
Deixe Aqui Seu Comentario

Nome :

Email :

Captcha

Comentario :

Aviso Importante: Os comentários publicados não refletem a opinião deste site. Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade dos seus autores. Não serão publicados comentários totalmente em letras maiúsculas (caixa alta). O site reserva-se o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional também serão excluídos.

sites / blogs