Coisas da Política | 26/07/2018
Coisas da Política com João Carlos Rodrigues
TRABALHISTAS
O PDT do Pará realizou ontem, em Ananindeua, município da Região Metropolitana de Belém (RMB), sua convenção estadual, que homologou os candidatos ao Senado, Câmara Federal e Assembleia Legislativa. Além de consolidar a participação do partido na coligação liderada pelo ainda pré-candidato a governador Márcio Miranda (DEM).

PRESIDENCIÁVEL
O candidato a presidente Ciro Gomes e o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, prestigiaram a convenção do partido no Pará. Como destaque no evento, a confirmação de que o PDT terá um candidato ao Senado, Osmar Nascimento, e terá de volta o deputado federal por cinco mandatos, Giovanni Queiroz, que tentará retornar à Câmara Federal.

MANUELA
Nesta sexta-feira (27), o Pará receberá outra presidenciável. A pré-candidata do PCdoB, Manuela D’Avila, estará em Belém, onde participa de plenária com a militância do partido e convidados. O evento está previsto para acontecer às 17 horas, em um hotel da capital.

CONVERSA
Também na sexta-feira, o pré-candidato a governador Helder Barbalho (MDB) desembarca em Marabá. Ele participará de uma reunião com empresários e produtores rurais para ouvir as reivindicações da classe e apresentar suas propostas para o setor.

SEGREDO
Continua o imbróglio em torno da renovação do direito de uso da Estrada de Ferro Carajás (EFC). E a história é cada vez mais nebulosa. Depois de antecipar em dez anos a renovação da Vale para continuar com a concessão da ferrovia por mais 30 anos, o governo federal diz que todo o processo está sob sigilo. Mas não explica o motivo de tanto segredo.

QUANTO?
Inicialmente, falava-se em R$ 4 bilhões o que a Vale pagaria para continuar com a concessão sob seu domínio. Agora, o Governo do Estado aponta para um valor de mercado que pode chegar a R$ 10 bilhões. E o governo de Michel Temer (MDB) quer dar ao Pará apenas R$ 1 bilhão, que ninguém sabe se e quando estará disponível.

FUNDO SEM FUNDO
Para isso, a União criou um fundo que só deverá receber grana quando da renovação da concessão de outras ferrovias. Por agora, Michel Temer e todos os seus defensores, inclusive os do Pará, querem que o dinheiro pago pela Vale para continuar mandando na Ferrovia Carajás seja todo investido no Centro-Oeste.

DESRESPEITO
Pela proposta do governo do MDB, o Pará fica com o apito do trem e com as levas de imigrantes que para cá vêm em busca de emprego. Parece piada: querem trocar R$ 4 bilhões (ou seriam dez?) por R$ 1 bilhão que nem existe e pedem que os paraenses batam palmas.

SAÚDE
Nesta quarta-feira (25), o ministro da Saúde, Gilberto Occhi, e o diretor do Departamento de Atenção Básica (DAB) do ministério, João Salame, estiveram em Belém, para participar do Encontro dos Secretários Municipais de Saúde do Pará. Salame foi um dos palestrantes do evento.

BUSCANDO VOTOS
E por falar em Salame, o outro irmão, deputado federal Beto Salame (PP), está visitando municípios do Marajó, ciceroneado pelo ex-senador Mário Couto, liderança forte na região. Filiado ao partido de Salame, Couto é pré-candidato ao Senado e está apresentando suas lideranças no Marajó ao deputado Salame, que postula a reeleição.
Deixe Aqui Seu Comentario

Nome :

Email :

Captcha

Comentario :

Aviso Importante: Os comentários publicados não refletem a opinião deste site. Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade dos seus autores. Não serão publicados comentários totalmente em letras maiúsculas (caixa alta). O site reserva-se o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional também serão excluídos.

sites / blogs