Acontecimento | 05/07/2018
Coisas da Política por João Carlos Rodrigues
Os bastidores da política
PERPLEXIDADE
Está causando desconforto, dentro da aliança de partidos liderada pelo MDB, o anúncio do senador Jader Barbalho de que será candidato à reeleição. Era esperado que o experiente político viesse candidato a outro cargo, possivelmente a deputado federal, para facilitar as negociações do filho, Helder Barbalho, pré-candidato ao governo do Pará.

EFEITO
Na avaliação de alguns observadores da cena política, se confirmada, a candidatura de Jader ao Senado terá consequências significativas. Pode dificultar, por exemplo, a vida do vice-governador Zequinha Marinho (PSC), que deixou o ninho governista para sair candidato a senador na chapa de Helder.

LINHA DIRETA
Por telefone, Zequinha Marinho disse à Coluna que não vê qualquer problema em concorrer com Jader. Na avaliação dele, há um grande espaço a ser ocupado na disputa das vagas no Senado e quem quer chegar não pode ficar escolhendo concorrentes.

BOATO
O vice afirmou, ainda, que para sair vitorioso é preciso estar preparado para disputas difíceis. E desmentiu a versão que circulou nas redes sociais, segundo a qual ele poderia desistir do Senado para disputar uma vaga na Assembleia Legislativa do Estado (Alepa).

IRRITAÇÃO
Além de Marinho, a decisão de Jader Barbalho afeta outro importante concorrente. É o deputado federal Lúcio Vale (PR), cujos planos de chegar ao Senado ficam um tantinho mais complicados. O humor de Vale, dizem, não anda nada bom nesse novo cenário.

TE CUIDA, FRANCISCO
Apesar de alguns discursos de paz e amor, nos bastidores, a reclamação é geral contra Jader. O que se questiona é como, tendo o filho candidato a governador, além das ex-mulheres e do primo em boas condições para permanecer na Câmara Federal, ele ainda quer continuar com uma das cadeiras no Senado. Leitor da Coluna, bem-humorado, diz que periga Jader querer também a vaga do Papa Francisco, no Vaticano.

TUDO COMO ANTES
Aparentemente alheio à confusão arrumada pelo pai, Helder Barbalho continua cumprindo sua agenda de pré-campanha ao governo. Nesta quinta-feira (5), ele visita São Félix do Xingu, onde participa de reunião com lideranças e populares e participará da feira agropecuária local.

FRISSON
E os fãs do deputado federal e presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), no sul e sudeste do Pará, estão todos muito animados. O pré-candidato a presidente confirmou agenda em Marabá, na próxima quinta-feira (12). O primeiro contato com a população será no aeroporto João Corrêa da Rocha, onde ele desembarca ao meio dia.

AGENDA
Depois, Bolsonaro segue em carreata até o ginásio da Folha 16, onde participa de evento público. À noite, concede coletiva à Imprensa e janta com autoridades e lideranças de movimentos conservadores. Na sexta-feira (13), o pré-candidato terá agenda no município de Parauapebas.

NAMORO
Se alguém duvidava do apoio do prefeito de Xinguara, Osvaldo Assunção (PSDB), ao pré-candidato ao governo Márcio Miranda (DEM), as dúvidas começaram a se dissipar na última segunda-feira (3). Miranda passou o dia na cidade, onde foi recebido por Assunção. Juntos, inauguraram e visitaram obras e acompanharam a vitória do Brasil sobre o México. Quem viu, disse que o clima era de namoro.
Deixe Aqui Seu Comentario

Nome :

Email :

Captcha

Comentario :

Aviso Importante: Os comentários publicados não refletem a opinião deste site. Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade dos seus autores. Não serão publicados comentários totalmente em letras maiúsculas (caixa alta). O site reserva-se o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional também serão excluídos.

sites / blogs