Polícia | 03/05/2018
REDENÇÃO: Mulher é ameaçada e arma falha após criminoso puxar gatilho
Para a polícia, as ameaças estariam relacionadas à morte de Marcos Vinicius e Luiz Henrique de Souza
Na manhã da última sexta-feira (27), Roberta A. Pureza procurou a delegacia de Polícia Civil de Redenção, informado que por volta das 00h00 desta sexta-feira, foi forçada a entrar em um beco, nas proximidades da feira coberta, no centro da cidade.

Segundo a vítima, dois homens em uma moto Honda Titan, de cor preta, fizeram com que Roberta parasse e logo em seguida questionaram se ela era parente de Marcos Vinicius. “Eu disse que sim, então eles disseram: ‘Tu merece morrer’, e logo um deles puxou a arma e colocou na minha cabeça. Ele puxou o gatilho três vezes, mas a arma falhou”, informou Roberta.

Após a arma não disparar, Roberta disse acreditar em livramento, pois há alguns dias uma pastora orou por ela e disse que algo estava prestes a acontecer. “A pastora orou em mim e disse que Deus iria me dar um livramento, e ela não sabia que tipo de livramento era esse”, disse a estudante.

A mulher abordada é prima de Marcos Vinicius Sales Cabral (19) anos, morto em 28 de janeiro deste ano, no setor Bela Vista. Na época Marcos Vinicius, trabalhava para Luiz Henrique de Souza, de 26 anos, assassinado no dia 21 deste mês em seu estabelecimento comercial, Casa de Carne Ki Carne, com 20 disparos de arma de fogo.
Deixe Aqui Seu Comentario

Nome :

Email :

Captcha

Comentario :

Aviso Importante: Os comentários publicados não refletem a opinião deste site. Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade dos seus autores. Não serão publicados comentários totalmente em letras maiúsculas (caixa alta). O site reserva-se o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional também serão excluídos.

sites / blogs