| 05/02/2016
De BELÉM para o PARÁ 555
VERGONHA
Por incrível que pareça, mas esse (des) governo do PT não desistiu de introduzir na grade curricular o tema ideologia do gênero como se isso fosse um mantra para a revolução da educação brasileira.

VERGONHA II
Infelizmente ainda existem certos técnicos na educação brasileira que parecem que precisam de todas as formas, introduzir meios satânicos para tentar confundir a mente das crianças de 06 a 10 anos, como é a proposta do MEC para 2016.

VERGONHA III
Será que o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, que é do PT, concorda com esta mensagem luciferiana, ao ponto de não fazer nada para proteger as nossas crianças desse câncer que tenta se instalar nas mentes de nossas crianças, com a anuência do PT nacional?

VERGONHA IV
Basta acessar o blog: http://deolhonolivrodidatico.blogspot.com.br/ para que todos os leitores vejam como o MEC (comandado pelo PT), pensa a educação brasileira ao propor de forma ridícula, tentativas de educar sexualmente as crianças brasileiras como se educação sexual fosse prioridade na educação escolar.

VALORES
Por que o MEC (que é comandado pelo PT) não propõe livros educativos, com a defesa de valores morais, familiares e cristãos? Isso ofende uma turma de pervertidos, ateus, endemoninhados e sodomitas, recalcados sexualmente?

MILÍCIA
Que existe milícia armada no Pará, todo mundo já sabe. Agora ter de ouvir “à boca pequena” em bairros periféricos de Belém que existe uma espécie de digamos “vista grossa” por parte de algumas viaturas da PM, que abordam marginais armados, chegando ao ponto de apreender a arma e “combinar” acerto para receberem dos presos para não conduzirem os mesmos até a delegacia da área policiada, é um absurdo.

AFIRMAÇÃO
Quando o próprio secretário de Segurança Pública do Pará, general Jeannot Jansen, confirma a existência de milícia armada e grupos de extermínio no Pará, a luz de alerta nos faz reconhecer que este procedimento (de não apreensão) de fato existe em algumas cidades do Estado.


OMISSÃO
Até quando os nossos governantes irão “fazer de conta que não veem” um sistema corrupto de policiamento de parte de policiais que são pagos com nossos impostos e tributos, que usam dos bens do Estado para apropriação indébita e ainda deixam de promover a segurança pública, objeto de suas obrigações profissionais?

VÍCIO
Até parece que somos obrigados e manter os seus salários (dos policiais) mesmo quando esse sistema deixa de nos dar de retorno um bom serviço.

ESPERANÇA
A exceção fica apenas por conta dos bons policiais que ainda não se deixaram corromper por este sistema cancerígeno e que procuram prestar bons serviços para a sociedade paraense, entendendo que a população é que é a “patroa” de todos.

MORDAÇA
O setor cultural do Pará acaba de proibir, de forma unilateral, qualquer tipo de apoio em forma de pagamento de cachê artístico para cantores da boa musica gospel. O vice-governador Zequinha Marinho já avisou que irá “ensinar” certos juristas que a música gospel brasileira é reconhecida pela lei 12.590 de 9 de janeiro de 2012, que “reconhece como manifestação cultural a música gospel”, afirma Zequinha Marinho.

Alvaro Maia
Veja Colunas Anteriores
De BELÉM para o PARÁ 557
De BELÉM para o PARÁ
De BELÉM para o PARÁ 553
De BELÉM para o PARÁ 552
De BELÉM para o PARÁ 551
De BELÉM para o PARÁ 550
De BELÉM para o PARÁ 543
De BELÉM para o PARÁ
De BELÉM para o PARÁ 539
De BELÉM para o PARÁ 538
« voltar
sites / blogs