| 18/09/2015
De BELÉM para o PARÁ 538
LIDERANÇA
O prefeito de Bannach e presidente da Amat, Válber Milhomem (PSB), foi uma das principais responsáveis pela mobilização dos prefeitos que foram à Belém na última quarta-feira (16), para debater a crise nos municípios. Durante sessão especial realizada no plenário da Assembleia Legislativa do Pará, Válber fez um discurso em defesa dos municípios e foi ovacionado pelos prefeitos e deputados. O gestor também bastante elogiado por sua postura ao exigir do Governo do Estado uma posição favorável aos municípios.

LIDERANÇA II
Outra liderança política do Estado que teve um papel fundamental durante a marcha dos prefeitos a Belém, foi o presidente da Alepa, deputado Márcio Miranda (DEM). Na sessão especial que aconteceu na Assembleia Legislativa, Márcio usou da sua influência e ligou para o governador Simão Jatene, solicitando que este recebesse os prefeitos no Palácio do Governo para uma audiência. O pedido foi atendido de imediato e Miranda ainda mandou que providenciasse um ônibus para que levasse os prefeitos e deputados até Jatene.



NOVIDADE
Em contato com a coluna, o vereador Alex Santiago, informou que se desfilou do PRP, partido o qual pertence o prefeito Vanderlei Coimbra e que, a partir de agora, não faz mais parte da base governista. Ainda segundo Alex, ele já está filiado no PPS e possivelmente disputará a Prefeitura de Redenção em 2016, com Zé Roberto de vice.

CORRIDA
A ex-secretária de Assistência Social de Redenção, Érica de Cássia, conseguiu o que ninguém jamais havia conseguido: tirar o PTB do ex-prefeito e ex-deputado Wagner Fontes, provocando o mais comentado lance político em Redenção nos últimos meses.

APOSTAS
Para quem achava que Érica estava somente fazendo ensaios, a conquista passou a ser vista como um lance bastante planejado por uma pessoa que alguns “caciques” da política de Redenção, que tachavam a bacharela em direito, Érica de Cássia como “amadora” e agora passam a ver a desenvoltura de Érica de outra forma.

TEMPO
Érica, se conseguir criar novos fatos políticos, dentro de seis meses, poderá entrar em igualdades de condições de disputa com o ex-prefeito e também ex-deputado Mário Moreira que possui grande aceitação na cidade.



EXPECTATIVA
O secretário da Fazenda do Pará, Nilo Rendeiro de Noronha, disse que o Estado tem uma expectativa positiva no recebimento dos repasses dos valores relacionados ao auxílio financeiro da União aos Estados, Distrito Federal e municípios e criação do Fundo de Exportação (FEX), cujo projeto de lei foi aprovado pelo Senado na última terça-feira (15). Estes recursos, que têm a previsão de serem repassados ainda este ano, podem ajudar o Pará a manter as contas públicas em equilíbrio.

EXPECTATIVA II
A declaração foi dada na quarta-feira (16), na Assembleia Legislativa do Pará, durante a sessão especial sobre a crise nacional e suas repercussões nos municípios do Pará. O encontro foi proposto pelo deputado João Chamon e teve a presença de representantes da federação e de diversas associações de municípios, além de contar com a presença de prefeitos e servidores públicos.

TRÂNSITO
Começa hoje (18), em todo o Brasil, a Semana Nacional de Trânsito 2015. Este ano, o tema escolhido é “Seja você a mudança no trânsito”. Até o próximo dia 25, a Coordenadoria de Educação do Detran executa uma extensa programação de eventos e atividades.

MUDANÇA
A presidente Dilma Rousseff sancionou uma mudança na Lei de Execução Penal que institui os estudos do ensino médio nos presídios brasileiros. A Lei 13.163 tem origem na Câmara dos Deputados em 2002, com o PL 25/1999, de autoria do então deputado e atual senador Paulo Rocha (PT-PA). Entre as determinações, a nova lei estabelece que o ensino médio, regular ou supletivo, com formação geral ou educação profissional de nível médio, será implantado nos presídios, em obediência ao preceito constitucional de sua universalização.


RECLAMAÇÃO
São comuns as reclamações de clientes da agência da Caixa Econômica Federal. O atendimento é lento, informações desencontradas por funcionários, os caixas eletrônicos estão sempre em manutenção, e para piorar quem precisa fazer depósito nos caixas não encontram envelopes. Também não há funcionários na área dos caixas eletrônicos para prestar informações. Mas, o pior de tudo mesmo, é que não há para quem reclamar.

Alvaro Maia
Veja Colunas Anteriores
De BELÉM para o PARÁ 557
De BELÉM para o PARÁ 555
De BELÉM para o PARÁ
De BELÉM para o PARÁ 553
De BELÉM para o PARÁ 552
De BELÉM para o PARÁ 551
De BELÉM para o PARÁ 550
De BELÉM para o PARÁ 543
De BELÉM para o PARÁ
De BELÉM para o PARÁ 539
« voltar
sites / blogs