| 04/05/2017
ADEPARÁ
Tomou posse na manhã da última terça-feira (2), o novo diretor geral da Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Pará (Adepará), o engenheiro agrônomo Luiz Pinto. A cerimônia ocorreu no Centro Integrado de Governo (CIG), em Belém, e contou com a presença de autoridades, deputados estaduais e federais, servidores do órgão, representantes de entidades ligadas ao setor agropecuário e ex-diretores da Agência, entre eles, o médico veterinário Luciano Guedes, que deixou o cargo. O vice-governador do Estado, Zequinha Marinho, representou o governador Simão Jatene.

ADEPARÁ II
Luciano Guedes agradeceu a confiança dada a ele, pelo governador do Estado, nesses dois anos e quatro meses a frente da Agência. “Hoje sei que a Adepará é muito importante para o agronegócio e para a economia do Pará, garantindo segurança alimentar e certificando nossos produtos para os mercados mais exigentes. Uma defesa agropecuária bem feita é fundamental para internalizar recursos e garantir divisas para o Pará. Continuarei na defesa do agronegócio”, disse.

ADEPARÁ III
Em um grupo de WhatsApp, o chefe da Casa Civil do Governo do Estado, José Megale, justificou a demissão de Guedes, informando que o mesmo “será nomeado para outra função, estrategicamente mais importante que a ADEPARÁ”.

CIDADE DOS MORCEGOS
Redencenses estão indignados com o descaso e falta de manutenção da iluminação pública. A Prefeitura de Redenção está com 4 meses apenas cobrando com rara eficiência dos contribuintes as taxas de iluminação e não realizando qualquer manutenção na rede, embora esteja com mais de 1 milhão de reais em caixa.

ODEBRECHT
“Quando a Odebrecht chegou pra Redenção eu fiquei muito orgulhoso. E hoje, se ela for embora eu fico muito satisfeito”. Assim afirmou o vereador “Neguin do Gato” (PPS), em sessão realizada na ultima terça feira (25). Segundo ele, o setor em que mora está sempre sem água.

SOLICITAÇÃO
O deputado federal Beto Salame (PP/PA), esteve em audiência recentemente com a presidência da Caixa Econômica Federal (CEF), em Brasília, quando solicitou a instalação de agências nas cidades de Santana do Araguaia e São Félix do Xingu. Beto argumentou que tanto Santana quanto São Félix são municípios em crescente desenvolvimento, onde o agronegócio, com pecuária forte e a produção de soja em alta, atraem investidores de outras regiões do País, precisam de agências da Caixa, uma vez que muitos desses empreendedores mantêm contas e fazem negócios com nesse banco estatal.

SOLICITAÇÃO II
“O município de Santana do Araguaia, com mais de 68 mil habitantes, cresce como um dos maiores produtores de soja no Pará. E São Félix do Xingu, com mais 120 mil habitantes, tem uma pecuária forte, sendo considerado um dos maiores produtores de gado do país”, informou Beto Salame ao presidente da Caixa, Gilberto Magalhães Occhi, que prometeu autorizar a realização de estudos de viabilidade para a implantação de agências nessas duas importantes cidades do sul do Estado.

REAJUSTE
Representantes da Secretaria Municipal de Educação de Redenção (SEMED) se reuniram com a coordenação do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Pará (SINTEPP), para tratar sobre questões relacionadas ao reajuste salarial e outras reivindicações da categoria.

REAJUSTE II
Na reunião foi apresentada uma proposta de reajuste salarial discutida em assembleia geral da categoria. Os sindicalistas querem um reajuste de 7%. O técnico da SEMED, Ronilson Freitas, que representou Vanderly Moreira, disse que levaria a proposta ao secretário municipal de Educação, que depois de fazer uma análise técnica e um estudo de impacto se reunirá novamente com a categoria.
Veja Colunas Anteriores
NOTICIANDO 616
NOTICIANDO 214
NOTICIANDO 612
NOTICIANDO 609
NOTICIANDO 607
NOTICIANDO 606
NOTICIANDO 604
NOTICIANDO 670
NOTICIANDO 569
NOTICIANDO 565
« voltar
sites / blogs